A rede social Twitter suspendeu contas de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (24) após decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Entre os perfis apagados estão o do presidente do PTB Roberto Jefferson, do blogueiro Allan Santos, dos empresários Luciano Hang, Edgard Corona, Otávio Fakhoury, Bernardo Küster e Sara Winter.

Os nomes atingidos nesta sexta foram alvos de busca e apreensão em maio, em um desdobramento do inquérito das fake news. Na época, Moraes havia determinado o bloqueio das redes sociais para 16 investigados no inquérito aberto pela própria Corte para apuração de disseminação de informações falsas e ameaças contra ministros. A assessoria de imprensa do STF confirmou à Jovem Pan a informação de que as contas foram suspensas após decisão de Moraes, proferida em 27 de maio.