A prefeitura de Magé, no Rio de Janeiro, informou nesta quinta-feira (2), através da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, que foi constatado o segundo caso confirmado de coronavírus na cidade. O que chama a atenção, no entanto, é como o diagnóstico foi feito. O homem, que está na faixa de 20 a 30 anos, foi assassinado a tiros, e deu positivo para Covid-19 após triagem de exames para doação de órgãos.

O município foi notificado pela Central Estadual de Transplantes. Magé tem 45 casos suspeitos da doença e 54 de síndrome gripal com isolamento monitorado.

“Reiteramos que a equipe de Vigilância Epidemiológica está acompanhando todos os casos, oferecendo todo o suporte, assim como realiza contato e presta toda a orientação para o cumprimento do isolamento domiciliar adequado aos pacientes”, escreveu em sua página oficial no Facebook.

O estado do Rio de Janeiro é o segundo com maior número de mortes e casos confirmados de coronavírus: são 832 ocorrências e 28 óbitos, segundo o último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde.