O governo do Reino Unido excluiu a Espanha da lista de países seguros e isentos de quarentena, o que significa que os viajantes procedentes do país deverão se isolar durante 14 dias ao chegarem ao território britânico, confirmou neste sábado o ministério dos Transportes. Um porta-voz da pasta detalhou que a medida entrará em vigor nesta meia-noite e será aplicada a todo o território espanhol, incluindo as ilhas Baleares e Canárias.

A exclusão da lista, na qual estão países como França, Alemanha, Estônia e Eslovênia – mas não Estados Unidos nem Portugal –, significa que quem desrespeitar a determinação poderá ser multado em até 1.000 libras esterlinas (R$ 6,6 mil). A decisão do governo britânico vem após várias regiões espanholas registrarem novos focos de Covid-19 e um aumento no número de contágios.

A Catalunha, uma das regiões mais afetadas por novos surtos da doença, contabilizou 1.493 casos e três mortes relacionadas à doença nas últimas 24 horas. Para lidar com a situação, a partir desta noite, e pelos próximos 15 dias, permanecerão fechadas boates e casas de festas de Barcelona e sua área metropolitana, além de estabelecimentos nas províncias de Lérida e Girona. A exclusão da Espanha, o principal destino de férias dos britânicos, mudará os planos de verão de muitas pessoas, e afetará os setores turísticos espanhol e britânico.

*Com informações da EFE