Ação foi concentrada no Estado do Paraná devido a uma apreensão de maconha registrada em 29 de maio deste ano. Na época, um casal foi preso. Operação foi realizada no Estado do Paraná pela Polícia Civil de Pirapozinho
Polícia Civil
A Polícia Civil de Pirapozinho cumpriu, na manhã desta quarta-feira (8), quatro mandados de prisão temporária e sete mandados de busca e apreensão. A ação foi concentrada no Estado do Paraná devido a uma apreensão de maconha registrada em 29 de maio deste ano, que ainda resultou na prisão em flagrante de um casal.
Após dois meses de investigação, iniciada a partir da apreensão de quase 200 quilos de maconha, em Pirapozinho, foi realizada a Operação Entre Rios para desarticular uma associação criminosa de alcance interestadual, com atuações nos estados do Paraná e São Paulo.
Os mandados foram cumpridos das cidades paranaenses de Umuarama, Icaraíma, Itambé e Maringá. Todas as prisões já foram realizadas, sendo os alvos três homens e uma mulher.
Entre os materiais apreendidos estão nove celulares e documentos.
Apreensão
Carga de maconha foi apreendida em Pirapozinho
Polícia Militar
A apreensão de 198 quilos de maconha foi em 29 de maio. Na ocasião, a Polícia Militar abordou um carro cujo condutor, no momento em que saía de um posto de combustíveis, demonstrou atitudes suspeitas com a aproximação da viatura policial.
Inicialmente, nada de ilícito foi encontrado com o condutor e a passageira. No entanto, quando os militares começaram a revistar o carro, com placas de Bauru (SP), o motorista e a mulher tentaram fugir a pé do local, mas sem êxito.
Os militares encontraram a carga de tabletes de maconha dentro do carro, no porta-malas, e deram voz de prisão em flagrante ao marido e à esposa, que acabaram encaminhados junto ao veículo e a droga à Delegacia da Polícia Civil, em Pirapozinho.
Em consulta ao emplacamento do veículo, os militares constataram que o carro havia tido o seu último licenciamento em 2010.
Segundo a PM, o motorista disse que havia pegado o carro em Umuarama (PR) para levá-lo a São Paulo (SP), serviço pelo qual receberia R$ 3 mil.
Ainda conforme a corporação, o motorista alegou desconhecer a pessoa que receberia o carro com a droga na capital paulista.
Carga de maconha foi apreendida em Pirapozinho
Polícia Militar
Veja mais notícia em G1 Presidente Prudente e Região.