A União de Futebol da Rússia (UFR) suspendeu as competições nacionais, inclusive o campeonato da primeira divisão, até 31 de maio, por causa da propagação da Covid-19.

Em comunicado, a entidade aponta que a epidemia do novo coronavírus no país é uma circunstância irreversível e um assunto de força maior, que impossibilita a prática da modalidade.

No texto, a UFR aponta, no entanto, que a paralisação das competições não é motivo para romper contratos de maneira unilateral e recomendou que os clubes reduzam os gastos possíveis.

Os jogadores do Spartak Moscou já anunciaram acordo para redução de 40% dos salários, durante o período sem disputa de jogos.

O Zenit São Petersburgo lidera a primeira divisão com nove pontos de vantagem sobre o segundo e o terceiro colocados, Lokomotiv Moscou e Krasnodar, respectivamente, quando faltam oito rodadas para o fim da temporada.

*Com informações da EFE