Imagens foram colocadas ao lado da Praça Nove de Julho e a visitação segue até o dia 31 de agosto, quando o homenageado completaria 89 anos de idade. Exposição ‘Agripino Presidente Prudente Lima’ segue até o dia 31 de agosto, das 9h às 18h
Heloise Hamada/G1
No próximo dia 31 de agosto, Agripino de Oliveira Lima Filho completaria 89 anos de idade. Para comemorar a data, a exposição “Agripino Presidente Prudente Lima” está aberta para visitação no Centro da cidade. Diversas fotos contam a trajetória do professor e político, que morreu em março de 2018.
A exposição fotográfica foi montada no Calçadão da Rua Tenente Nicolau Maffei, ao lado da Praça Nove de Julho, no trecho entre a Avenida Coronel José Soares Marcondes e a Rua Joaquim Nabuco. A visitação pode ser feita das 9h às 18h, até o dia 31 de agosto.
Exposição ‘Agripino Presidente Prudente Lima’ segue até o dia 31 de agosto, das 9h às 18h
Heloise Hamada/G1
Trajetória
Agripino Lima nasceu em 31 de agosto de 1931, em Lençóis Paulista (SP), na região de Bauru (SP). Ele foi casado com Ana Cardoso Maia por mais de 40 anos. Juntos, eles tiveram quatro filhos: Augusto César, Ana Cristina, Maria Regina e Paulo César.
Em 1963, ele chegou a Presidente Prudente (SP) para ser diretor da Escola Estadual Maria Luíza Formosinho Ribeiro. Em 1972, ao lado de sua então esposa Ana Cardoso Maia, fundou a Associação Prudentina de Educação e Cultura (Apec), com as faculdades de letras, estudos sociais e pedagogia. Ao longo do tempo, a Apec se transformou na Universidade do Oeste Paulista (Unoeste). Durante 15 anos foi diretor geral, professor universitário e deu início à construção de um hospital universitário. Posteriormente, o HU passou para a administração do Estado e agora é o Hospital Regional (HR).
Agripino Lima ingressou na vida política na década de 1970. Foi eleito vereador em Presidente Prudente por dois mandatos consecutivos – de 1972 a 1976 e de 1977 a 1982.
Em 1986, foi eleito deputado federal e participou da assembleia que elaborou a Constituição brasileira, sendo presidente da Comissão de Justiça, em Brasília (DF). Em 1998, foi eleito deputado estadual.
Ainda durante o mandato de deputado, Agripino Lima foi eleito vice-prefeito de Presidente Prudente para o mandato de 1988 a 1992, que tinha à frente o prefeito Paulo Constantino.
Já em 1993, Agripino Lima foi o vencedor da eleição municipal e assumiu a Prefeitura de Presidente Prudente pela primeira vez. Ele ainda seria eleito para o cargo outras duas vezes – em 2000 e em 2004.
As administrações de Agripino Lima ficaram marcadas por várias iniciativas, como a criação da Escola de Curtimento de Couro, a reforma do Estádio Prudentão, com a ampliação das arquibancadas para 45 mil lugares, a reativação do Distrito Industrial e a construção de escolas, habitações populares e pavimentação em bairros, além do Parque Ecológico da Cidade da Criança.
Agripino de Oliveira Lima Filho morreu no dia 7 de março de 2018. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo (SP). A causa da morte foi falência múltipla de órgãos. O corpo do ex-prefeito de Presidente Prudente está enterrado em uma cripta no Santuário Morada de Deus, em Álvares Machado (SP), local idealizado e construído por ele.
Morre ex-prefeito de Presidente Prudente Agripino de Oliveira Lima Filho
Corpo do ex-prefeito de Presidente Prudente, Agripino de Oliveira Lima Filho, é velado no Santuário Morada de Deus
Corpo de ex-prefeito Agripino Lima é enterrado em cripta no Santuário Morada de Deus
Exposição ‘Agripino Presidente Prudente Lima’ segue até o dia 31 de agosto, das 9h às 18h
Heloise Hamada/G1
Exposição ‘Agripino Presidente Prudente Lima’ segue até o dia 31 de agosto, das 9h às 18h
Heloise Hamada/G1
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.