Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM) ainda informou uma morte suspeita pela doença. Boletim oficial indica que 57 pessoas estão hospitalizadas. Boletim de casos de coronavírus em Presidente Prudente, em 10 de julho
Reprodução
A Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM) de Presidente Prudente recebeu mais 37 exames positivos de Covid-19 nesta sexta-feira (10). Com esses registros, a cidade chegou a 1.064 confirmações da doença.
O órgão também recebeu 183 resultados negativos.
Os novos casos positivos estão divididos da seguinte forma: cinco na faixa etária de 20 a 29 anos, seis de 30 a 39 anos, dez de 40 a 49 anos, nove de 50 a 59 anos, quatro de 60 a 69 anos, três de 70 a 79 anos. Ao todo, são 17 homens e 20 mulheres.
A VEM também informou um óbito suspeito que ocorreu na noite dessa quinta-feira (9). Trata-se de um homem de 60 anos.
De acordo com o boletim oficial, atualizado às 17h13, 476 pessoas aguardam resultados de exames.
Segundo o órgão municipal, 57 pessoas estão hospitalizadas, 16 delas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Entre os pacientes internados há casos confirmados e suspeitos.
A cidade possui 5.560 notificações da doença, sendo que 4.020 já foram descartadas.
Presidente Prudente mantém 25 mortes confirmadas pelo novo coronavírus.
A VEM ainda informou mais 250 pacientes curados, ou seja, que cumpriram os 14 dias de incubação do vírus e não apresentam mais sintomas. Dessa forma, Presidente Prudente tem 825 pessoas que já contraíram a doença e podem ser consideradas curadas.
O órgão ressalta que para ser considerado caso curado é levada em consideração a estimativa do período de incubação do vírus, que é de 14 dias. Além disso, são pessoas curadas somente aquelas que seguem em domicílio ou tiveram alta hospitalar após cumprirem o período. Sendo assim, aquelas que já cumpriram os 14 dias de incubação do vírus, mas permanecem internadas, não são consideradas como curadas.
Evolução de casos de coronavírus em Presidente Prudente, em 10 de julho
Reprodução
Initial plugin text
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.