Família de um jovem de 21 anos, que morreu vítima de acidente de trânsito, aceitou fazer a doação. Médicos encaminharam coração, pâncreas, fígado, rins e córneas para diferentes hospitais do Estado de São Paulo. Coração, pâncreas, fígado, rins e córneas captados nesta sexta-feira (21), em Presidente Prudente, foram encaminhados a diferentes hospitais do Estado de São Paulo para transplantes
Polícia Militar
O Hospital Regional (HR) realizou nesta sexta-feira (21), em Presidente Prudente (SP), a 14ª captação múltipla de órgãos da unidade no ano.
A doação foi feita pela família de um jovem, de 21 anos, vítima de acidente de trânsito, que morreu na quinta-feira (20), e possibilitará salvar a vida de até sete pessoas.
Os médicos captaram o coração, que será destinado ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo (SP); o pâncreas, destinado ao Hospital Bandeirantes, também de São Paulo; o fígado, que irá para o Hospital das Clínicas, de Ribeirão Preto (SP); os rins e as córneas, que serão encaminhados para o Hospital das Clínicas, de Marília (SP).
Para o cirurgião transplantador do Hospital Sírio-Libanês, Ronaldo Honorato, a continuidade dos serviços de captação e transplantes de órgãos, mesmo em meio à pandemia da Covid-19, é fundamental para salvar vidas.
“É um trabalho essencial, pois para muitos pacientes a única saída para sobreviver é o transplante. O trabalho foi realizado com toda segurança necessária para garantir órgãos livres da Covid. Agradecemos à família do doador que, mesmo num momento de luto, aceitou fazer a doação. Nós precisamos muito de doadores”, destaca.
Coração, pâncreas, fígado, rins e córneas captados nesta sexta-feira (21), em Presidente Prudente, foram encaminhados a diferentes hospitais do Estado de São Paulo para transplantes
Polícia Militar
“Devido à atual situação de pandemia em que estamos, foi preciso uma série de cuidados e respeito às normas técnicas do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde do governo de São Paulo e protocolos internos, para garantir um procedimento seguro para todos”, explica o coordenador da Comissão de Doação de Órgãos do HR, Renato Ferrari.
Para tornar essa doação possível, mais de 50 profissionais trabalharam direta ou indiretamente, entre médicos, enfermeiros, assistentes e motoristas.
O 18º Batalhão do Interior da Polícia Militar do Estado de São Paulo, com sede em Presidente Prudente, também deu apoio à ação, fazendo a escolta dos órgãos até o Aeroporto Estadual Adhemar de Barros, onde dois aviões aguardavam para realizar o transporte das doações até seu destino.
Coração, pâncreas, fígado, rins e córneas captados nesta sexta-feira (21), em Presidente Prudente, foram encaminhados a diferentes hospitais do Estado de São Paulo para transplantes
Polícia Militar
66 órgãos doados em 2020
Mesmo em meio à pandemia da Covid-19, o HR registrou até o momento em 2020, em Presidente Prudente, o dobro de captações de órgãos em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto em 2019 foram realizadas sete, neste ano, 14 famílias aceitaram fazer as doações dos órgãos de seus parentes.
Com isso, 66 pessoas de diferentes localidades tiveram a chance de uma nova vida. Ao todo, foram ofertados seis corações, quatro pulmões, 13 fígados, 26 rins, um pâncreas e 16 córneas.
Coração, pâncreas, fígado, rins e córneas captados nesta sexta-feira (21), em Presidente Prudente, foram encaminhados a diferentes hospitais do Estado de São Paulo para transplantes
Polícia Militar
Para realizar esse trabalho de captação e oferta de órgãos para transplantes, o Hospital Regional conta com a Comissão Intrahospitalar de Doações de Órgãos e Tecidos para Transplantes, a CIHDOTT. Formada por um médico intensivista e três enfermeiras, a equipe realiza a busca ativa de potenciais doadores, entrevistas familiares e logísticas para oferta dos órgãos à Organização de Procura de Órgãos (OPO) do Estado de São Paulo.
“Esses números são muito significativos para nós, uma vez que, mesmo em meio à pandemia, 2020 é um dos nossos melhores anos em termos de oferta de órgãos. Acreditamos que esse momento que vivemos está incentivando a solidariedade das pessoas e essa conscientização das famílias é parte fundamental para que esse resultado seja alcançado, sem isso a doação não acontece”, destaca o coordenador da Comissão Intrahospitalar de Doações de Órgãos e Tecidos para Transplantes do Hospital Regional, Renato Ferrari.
Coração, pâncreas, fígado, rins e córneas captados nesta sexta-feira (21), em Presidente Prudente, foram encaminhados a diferentes hospitais do Estado de São Paulo para transplantes
Polícia Militar
Coração, pâncreas, fígado, rins e córneas captados nesta sexta-feira (21), em Presidente Prudente, foram encaminhados a diferentes hospitais do Estado de São Paulo para transplantes
Polícia Militar
Coração, pâncreas, fígado, rins e córneas captados nesta sexta-feira (21), em Presidente Prudente, foram encaminhados a diferentes hospitais do Estado de São Paulo para transplantes
AI/HRPP
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.