Após mais de 100 dias fechadas, as academias de ginástica vão reabrir as portas na capital paulista a partir desta  segunda-feira, 10. O protocolo para retomada foi assinado nesta sexta-feira pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), e por representantes do setor.

Inicialmente, a gestão Covas havia determinado que a volta do funcionamento ocorreria apenas na fase verde do Plano São Paulo. No entanto, o entendimento mudou, e as academias poderão reabrir agora, na fase amarela, por seis horas diárias, e com apenas com 30% da capacidade.

Os exercícios precisarão ser agendados e feitos de forma individual pelos alunos; haverá, ainda, restrição do uso de vestiários. O funcionamento acontecerá da mesma forma aos sábados e domingos. Ainda segundo o protocolo, também não será permitido nenhum tipo de aglomeração nas academias.

Segundo o prefeito Bruno Covas, a cidade tem conseguido avançar na flexibilização de maneira bem sucedida. Ontem, o governo anunciou a reclassificação do Plano São Paulo e prolongou um novo período de quarentena — que vai de 15 de julho até 30 de julho.

* Com informações da repórter Letícia Santini