O cantor, compositor e ator Mac Davis, autor de “In The Ghetto” e outras músicas que ficaram famosas na voz de Elvis Presley, morreu aos 78 anos, segundo a Associação de Música Country dos Estados Unidos (CMA, na sigla em inglês). A CMA reproduziu as palavras de seu empresário, Jim Morey, afirmando que Davis estava “gravemente doente” e morreu na terça-feira (29) após se submeter a uma cirurgia cardíaca na cidade de Nashville, no Tennessee, nos Estados Unidos.

Nascido em Lubbock, Texas, em 21 de janeiro de 1942, Davis compôs outras canções para Elvis Presley, como “A Little Less Conversation”, “Memories” e “Don’t cry, daddy” e suas composições também foram gravadas por outros artistas como Kenny Rogers, Dolly Parton, Glen Campbell, Tom Jones e Johnny Cash. Ele também desenvolveu sua própria carreira e se tornou popular com canções como “Baby don’t get hooked on me”, que lhe rendeu uma indicação ao Grammy em 1972, “Stop and smell the roses” e “Rock n’ Roll (I gave you the best years of my life)”.

Depois desse sucesso, ele saltou para a televisão com seu próprio programa de variedades na “NBC”, “The Mac Davis Show”, que durou duas temporadas e Davis continuou a participar de especiais de Natal até 1983. No total, colocou mais de 30 músicas nas paradas country da Billboard, seis delas no top 10, e também quatro álbuns na parada de álbuns mais populares da tradicional lista. Como compositor, ele continuou ativo até o século XXI. Uma de suas últimas colaborações foi com o DJ e produtor sueco Avicii, com quem co-escreveu a música dance-pop “Addicted to you”, em 2013.

*Com EFE